Treinamento Preventivo e Funcional

Além de serem importantes aliados na prevenção de doenças, os treinos funcional e preventivo ainda auxiliam na melhora do desempenho esportivo em outras modalidades.

Praticar esportes e exercícios físicos são atividades que, mais do que deixar o corpo em forma e bonito, esteticamente falando, ajudam na prevenção de doenças em longo prazo. Deixar a parte cardiorrespiratória em dia, fortalecer os músculos para melhorar a postura e cuidar dos tendões/ligamentos são ações que só trazem benefícios às pessoas.

Entretanto, engana-se quem pensa que só existem as modalidades esportivas tradicionais, como tênis, musculação, futebol, atividades físicas em academias, etc. Os treinamentos especiais, como o treinamento preventivo e o treinamento funcional, vêm ganhando mais adeptos a cada dia.

Além de serem importantes aliados na prevenção de doenças, os treinos funcional e preventivo ainda auxiliam na melhora do desempenho esportivo em outras modalidades. O treino funcional é uma mescla de várias técnicas em um único exercício. A ideia do treinamento funcional é a de trabalhar todo o corpo de uma só vez, em vez de isolar agrupamentos em diferentes séries e tipos de exercício.

A maioria das pessoas pode realizar um treino funcional, mas é recomendado que, quem durante a vida foi sedentário, comece em uma velocidade menor para minimizar os riscos das lesões e garantir resultados satisfatórios, além de consultar um médico antes de iniciar as atividades.

Ao contrário da academia, o treino funcional pode ser feito apenas com o peso do corpo, dependendo da orientação do professor. Claro que, dependendo da intensidade dos exercícios e do nível do treino, é possível aliar a prática com acessórios que estão à venda no mercado para completar a estratégia de treinamento. Entre os aparelhos estão elásticos, bolas, cones, discos, etc.

É importante ressaltar que praticar essa modalidade é interessante, mas o exercício precisa ser acompanhado por um profissional gabaritado, que saiba o que está fazendo e possa assessorar e oferecer segurança ao aluno, deixando-o sempre amparado em cada uma das séries e exercícios que farão a composição do treino.

Por ser uma modalidade razoavelmente nova, muitas pessoas questionam o real benefício de um bom treino funcional. Além de ser um treino preventivo, ele ainda contribui para:

– Tonificação muscular;

– Gasto energético maior que o das atividades comuns (colaborando, assim, para a perda de peso);

– Melhoria da coordenação motora;

– Melhoria da condição cardiorrespiratória.

A modalidade que, popularmente é conhecida como “funcional”, também é uma alternativa para quem não tem a intenção e nem tempo para praticar as atividades físicas típicas de uma academia, ou praticar algum outro esporte.

Associa-se, também, a prática regular de exercícios à prevenção de inúmeras doenças, como osteoporose; osteoartrite; demência; depressão; hipertensão e diabetes. Os exercícios, inclusive, auxiliam na prevenção do câncer de próstata, sendo mais um motivo para praticar esportes e cuidar da boa forma. É importante ressaltar, também, que o nome “treinamento preventivo” não é, de forma alguma, uma nomenclatura que visa desclassificar outras iniciativas.

Todo esporte foca seus esforços em partes específicas do corpo. O futebol, por exemplo, foca nas pernas; o tênis nos braços e por aí vai. A ideia do treinamento preventivo é a de auxiliar o fortalecimento dos músculos que ficam “esquecidos” nessas modalidades esportivas.

Cuidar para que exista um equilíbrio do corpo é fundamental para evitar outros problemas, como dores nas costas, problemas nos tendões, etc. Por essa razão o nome “treinamento preventivo” é largamente utilizado por profissionais de educação física e da medicina esportiva.

Além dessa vantagem dessa fortificação muscular, o treinamento preventivo e o treinamento funcional ainda aperfeiçoam a movimentação do dia a dia, melhorando a postura, maneira de sentar, de se locomover, etc.

Lembre-se que, antes de praticar atividades físicas, mesmo que sejam mais leves como o treinamento preventivo e o treinamento funcional, é importante consultar um médico especialista, ainda mais para pacientes idosos, ou com alguma doença crônica.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print

Deixe um comentário

Categorias