Síndrome do Túnel do Carpo

Autor: Dr. Yussef Ali Abdouni

O tratamento cirúrgico pode ser realizado pela via aberta convencional ou por via endoscópica (com auxílio de artroscopia), sendo que esta última requer uma incisão bem menor e proporciona uma reabilitação mais rápida.O tratamento é conservador nos casos leves, com o uso de uma imobilização adequada (órtese) para repouso e fisioterapia.

Nos casos mais acentuados, ou refratários ao tratamento conservador, o tratamento cirúrgico está indicado com altos índices de cura. É importante salientar que quanto mais tardiamente for realizado o tratamento maior será o risco de haver uma lesão degenerativa no nervo.Ocorre quando o nervo mediano, que passa por este canal estreito, chamado túnel do carpo, é submetido à compressão. Tal fenômeno pode ocorrer tanto pelo espessamento do ligamento que delimita o túnel do carpo, quanto pelo aumento do volume dos tendões que passam junto com o nervo mediano no túnel (tenossinovite). Está associada a alterações hormonais como menopausa e gravidez, além de doenças como diabetes, artrite reumatóide e doenças da tireóide.A síndrome do túnel (ou canal) do carpo é uma doença caracterizada por dor, formigamento e dormência nas mãos, principalmente nos dedos indicador e médio, geralmente com piora dos sintomas no período noturno. É mais comum em mulheres entre os 35 e 60 anos.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print

Deixe um comentário

Categorias