Dermatolgia e a medicina esportiva

O dermatologista tem a possibilidade de tratar de forma invasiva ou conservadora, problemas que acometem a pele, cabelos, pelos, unhas e tecido celular subcutâneo (tecido adiposo) em qualquer área do corpo.

Uma importante área de atuação da dermatologia é a cosmiatria, que propõe tratamentos baseados em amplos estudos científicos como, por exemplo, profundo conhecimento da anatomia e fisiologia dos tecidos faciais.

A medicina esportiva ou medicina do esporte é a especialidade médica que tem como intuito investigar a influência do exercício, além de prevenir e tratar qualquer anomalia em atletas profissionais ou amadores.

Atualmente a busca por um físico perfeito, aliado a um rosto harmônico, aumenta exponencialmente as interfaces da medicina esportiva/dermatologia.  Mas o processo de fortalecimento e emagrecimento não pode desrespeitar os parâmetros individuais e, sim manter a promoção da saúde atrelada aos resultados duradouros. Para isso, o especialista deve aliar algumas variáveis, como a muscularidade com baixos percentuais de gordura subcutânea e mental, além da vasculatura aparente, simetria e proporcionalidade para um físico harmônico e agradável.

O especialista precisa primar em preservar a saúde do atleta (profissional ou amador) e não transgredir, conseguindo lidar com situações, como o acompanhamento da coleta do atleta profissional, indicação de suplementos, situações terapêuticas individuais, etc.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no google
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print

Deixe um comentário

Categorias