Cardiologia

(11) 3050-5123

(11) 3887-5123

(11) 94010-7986

Slide background

Outras especialidades

O que é?

Um Infarto ou Ataque Cardíaco ocorre quando há algum impedimento no caminho do fluxo sanguíneo até o coração, muitas vezes por bloqueio nas artérias. É muito comum que pessoas o relacionem ao sedentarismo e aos maus hábitos alimentares, que de fato são condições que aumentam os riscos do infarto. Apesar disso, porém, cada vez mais o infarto tem atingido também pessoas que praticam atividades físicas e atletas. O Comitê Olímpico Internacional identificou que, nos últimos 40 anos, o Infarto em atletas jovens tem representado cerca de 10% das causas das mortes desse grupo específico.

O Infarto em atletas, na maioria dos casos, está ligado a uma condição cardíaca ou má formação que não foi identificada previamente e por isso é tão importante que pessoas que praticam atividade física procurem sempre fazer exames regularmente. Além disso, a Medicina Esportiva pode da mesma forma ser uma grande aliada, ajudando na prevenção, tratamento e recuperação dos atletas com condições cardíacas e até no caso de outros riscos, como o AVC.

Quais as causas?

Como citado, condições cardíacas que já existiam e não foram identificadas, assim como má formações congênitas – ou seja, defeitos na constituição ou funcionamento dos órgãos – são os motivos mais comuns de Infarto em atletas. Porém, há ainda outras questões que podem influenciar, como alto colesterol, uso de anabolizantes, hábitos alimentares não saudáveis e até mesmo esforços excessivos no esporte com variações bruscas de temperatura ou intensidade.

Em todos os casos, vale ressaltar que a Medicina Esportiva pode não só identificar os riscos como ajudar a minimizá-los, prevenindo a vida do atleta e ainda proporcionando um melhor desempenho.

Quais os sintomas?

Os sintomas do Infarto em atletas são basicamente os mesmos de um infarto comum. Qualquer dor no peito – que pode chegar a se estender para o tórax, braços, costas, pescoço e mandíbula –, sensação de aperto, falta de ar, tontura, fadiga, batimento cardíaco anormal, sudorese (que é uma secreção de suor) e até ansiedade pode indicar um possível infarto.

Prevenção

A prevenção do Infarto em atletas é muito simples e exige basicamente uma combinação de hábitos saudáveis e consultas regulares ao médico, realizando sempre os exames e avaliações recomendados – como o teste ergométrico, que é utilizado para identificar as possíveis condições cardíacas que o paciente possa ter.

Com a ajuda da Medicina Esportiva, é possível ainda fazer um acompanhamento mais específico e eficaz, levando em conta o tipo de esporte que é praticado e todas as particularidades do paciente.

Em relação aos hábitos saudáveis, vale manter uma alimentação bem balanceada, com uso moderado de alimentos ou líquidos que acelerem o metabolismo – como é o caso dos isotônicos –, ou ainda de suplementos. Estas substâncias devem ser utilizadas apenas quando indicadas pelo profissional.

Na prática de esportes é recomendável que se evite esforços excessivos, variações bruscas de temperatura, ritmo ou intensidade, sempre respeitando os limites do próprio organismo. Em caso de pessoas com condições cardíacas diagnosticadas, a atenção deve ser ainda maior.

Atendimento

(11) 3050-5123 / (11) 3887-5123

(11) 94010-7988

(11) 94010-7988 (WhatsApp)

Atendimento

(11) 3050-5123

(11) 3887-5123

(11) 94010-7988

Fale conosco

Queremos ouvir suas críticas e sugestões

Redes sociais

facebook2instagram2

INA - Instituto do Atleta

Rua Bento de Andrade, 252
Jd. Paulista - São Paulo, SP
CEP: 04503-001

(11) 3050-5123 / 3887-5123
(11) 94010-7988
(11) 94010-7988 (WhatsApp)

Horário de atendimento
Segunda a sexta - das 7h às 21h

Responsável Técnico

Dr. Fabiano Cunha
CRM: 87.103
- Ortopedia
- Especialista em ombro e joelho
- Ondas de choque